quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Seis sugestões para quem procura emprego pela Net

Quem vê telejornais por estes dias pode achar estranho, mas lá na empresa estamos a contratar pessoal. Mistérios da Economia... Por causa disto tenho tido que analisar muitas candidaturas nas últimas semanas. E há algumas coisas que me chocam, pelo que decidi fazer este post.

Se andam à procura de emprego e a enviar CVs para as empresas, vejam isto como um desabafo de quem tem que ler dezenas de emails escritos descuidadamente e à pressa, onde muitas vezes nem se percebe sequer a que é que o candidato se está a candidatar. Como se procurar emprego fosse um hobby pouco importante...

Sugestão nº 1 - Sigam as regras da candidatura à risca

Se o empregador vos pede o CV em PDF mandem-no em PDF. Se vos pede "exclusivamente em PDF" é porque ele leva a questão a sério. Provavelmente é alguém que não gosta de formatos proprietários. E se receber um CV em formato MS-DOC vai ficar especialmente irritado, porque quando escreveu um anúncio a pedir "exclusivamente em PDF" era porque não queria mesmo receber CVs em MS-DOC.

Vocês querem mesmo que a primeira emoção que o empregador sente quando vê a vossa candidatura seja raiva pelo desleixo, preguiça ou o que quer que seja que vos levou a não respeitar as regras? ;-)

Sugestão nº 2 - Gastem tempo na candidatura

Não se limitem a mandar um email vazio com o CV em anexo. Expliquem em duas ou três linhas quem são e porque se estão a candidatar. Sejam claros na mensagem. Usem palavras vossas e não minutas copiadas da net.

Sugestão nº 3 - Se não sabem escrever, aprendam

A culpa dos vossos erros ortográficos e gramaticais pode ser do sistema de ensino. Mas o problema agora é vosso e não dos professores que nesta altura vão a caminho da reforma. Liguem o corrector ortográfico, pelo menos. E leiam bem o que escrevem antes de enviar a candidatura.

Sugestão nº 4 - Saber inglês é bom, mas...

Enviar uma candidatura em inglês é bom, porque mostra uma predisposição para abordar o trabalho numa perspectiva internacional. Mas verifiquem bem o texto. Os erros que lá estejam podem prejudicar mais do que o benefício que o inglês traz.

Sugestão nº 5 - Estudem a empresa

Logo que possam, dêem a entender ao empregador que se interessaram pela empresa e tentaram compreendê-la. Estudem o website e quaisquer referências que encontrem sobre ela. "Amor com amor se paga", o que quer dizer que se se interessarem pelo vosso potencial empregador há mais probabilidade de ele se interessar por vocês.

Sugestão nº 6 - Cuidado com a vossa imagem virtual

Uma candidatura enviada de um email do género "sexygirl1985" pode ser levada a sério? A vossa página do Hi5 está cheia de asneiras? Tenham cuidado com o que põem na net em vosso nome. Não há detergente eficaz para essas manchas.



Enfim. Estas são só as que me vêm agora à cabeça. Recordem-se sempre:
-- "não há segunda oportunidade para causar uma boa primeira impressão".


[adição posterior]


Sugestão nº 7 - Cuidado com a vossa imagem real

As fotos nos CV são uma boa ideia, mas... seja o candidato bonito ou feio, o importante é que ponha uma cara simpática e bem disposta. É que não conheço ninguém que contrate pessoas por ter medo delas. ;-)

Sugestão nº 8 - Para onde vai mandar esse email?

A maior parte das empresas bem organizadas tem um endereço de email específico para receber candidaturas de emprego. Use esse endereço para enviar a sua. Se, em vez disso, a enviar para o endereço geral da empresa na esperança que do outro lado haja um reencaminhamento para o sítio certo, esqueça. Uma competência fundamental de qualquer emprego é saber ler. Se você não é capaz de encontrar o endereço certo no anúncio ou no site, não será certamente um candidato adequado para o emprego.