segunda-feira, 4 de maio de 2009

10 formas de evitar estimativas de projecto estúpidas


  1. Deixa que a história te guie
    Se demorarem o dobro do tempo estimado, é provável é seja prometido o mesmo de novo. Não caias nessa. Aqui, o passado é um bom indicador do futuro.
  2. Pede detalhes
    Pergunta os porquês de uma estimativa. Se te explicarem o tempo que leva cada sub-tarefa, tudo bem. Se encolherem os ombros, é mau sinal.
  3. Desafia os prazos
    Contestar os números é sempre uma boa ideia. Obriga um programador a justificar a sua estimativa e a encontrar inconvenientes. Convém contar com eles o quanto antes.
  4. Medidas
    São comuns derrapes no calendário? Se sim, o quanto comum? Se não sabes, começa a apontar para teres uma ideia.
  5. Abre e fecha parêntesis
    Guia o programador na fragmentação em subtarefas, ajudando-o com perguntas como “5 dias chegam?” ou “Consegues acabar isso em 10 dias?”.
  6. Pede uma segunda opinião
    Não confies sempre nas estimativas apenas de um membro da equipa. O resto da equipa está toda de acordo?
  7. Dois pensam melhor que um
    Será que te estão a dizer só o que queres ouvir? Fala com alguém com experiências no mesmo tipo de projectos.
  8. Põe a equipa a par
    Mostra à equipa as suas próprias estatísticas, ajuda-as a encontrar padrões na sua forma de estimar e desafia-os a perceber o que correu mal nas más estimativas.
  9. Recompensa e penaliza
    Se terminou no dia estimado, celebra. Se terminou antes do dia estimado, chama a atenção. Se terminou depois do dia estimado, dá nas orelhas.
  10. Impõe uma cultura
    Incentiva a sinceridade e o realismo. Todos querem ouvir que é rápido. Mas ninguém quer deixar de cumprir com os seus prazos.
by Jerry Loza @ Tech Republic