quarta-feira, 2 de maio de 2012

"Não posso com esse gajo! É informático!... E é aldrabão!"




Conversa de café ouvida há pouco:
 "Não posso com esse gajo! É informático!... E é aldrabão!"
Realmente, ser aldrabão é mau. Mas ser, ao mesmo tempo, informático... é mesmo do pior.

É curioso como "informático" se tornou num adjectivo pejorativo.

:-D

3 comentários:

  1. Sinceramente até me chateia. Cada vez que alguém me chama de informático respondo-lhes que sou engenheiro de software ou que desenvolvo software. Normalmente as pessoas mudam de atitude 180º.

    Não sei se pensam que ando para aí a montar computadores ou a usar anti-vírus ou outras tarefas de manutenção. Faço isso no meu PC mas normalmente prefiro não me chatear a fazer isso a outras pessoas. Para além de ser um tédio (especialmente quando se está a fazer isto em sistemas que outra pessoa construiu e por vezes horrivelmente mal com componentes da pior qualidade) existe demasiado desdém pelo trabalho. É triste mas é mesmo assim.

    Uma vez fartei-me mesmo. Uma pessoa conhecida uma vez perguntou-me onde podia comprar um computador e depois de lhe indicar uns 2-3 sítios de confiança em que os tipos da loja até percebem o que estão a fazer... comprou a primeira porcaria que viu num folheto qualquer num qualquer-coisa-mercado. Tinha um chipset com os piores drivers que já vi, a ventoínha era desadequada para o processador e o monitor inspirava-me pouca confiança. O sistema operativo era uma porcaria também. E depois quando nada funciona toca-me a chatear a mim! Assim que vi aquela porcaria perguntei onde raio tinham comprado aquilo. Por fim disseram-me onde. Eu disse-lhes que o melhor que tinham a fazer era pedir o dinheiro de volta (ainda estava no prazo de devolução na altura). Não senhor. Trocaram por outro PC idêntico que se voltou a avariar. "Defective by design". Penso que nunca tiveram o PC em condições. O motherboard era daqueles que rebentavam os condensadores há uns anos atrás. E até nem foi assim tão barato... Aquilo foi mesmo vender gato por lebre. A única coisa que a pessoa ligou foi ao tipo de processador que vinha no panfleto...

    Há muita gente que leva horrores por uma reparação ou "desinfestação" mal feita por isso é que as pessoas têm uma má opinião dessa profissão.

    Administrador de sistemas também não é bem visto por quem trabalha em empresas grandes. Normalmente são vistos como uma cambada de "fascisóides" que não deixam instalar nada nem fazer nada. Cá em casa como sou o caramelo de serviço tenho de fazer essa tarefa aos PCs da casa. O meu pai também já me chamou por um expletivo parecido quando me recusei uma vez a dar-lhe direitos de instalação de aplicações no PC dele. Só lhos dei passados anos de ele usar o PC e aprender melhor a usá-lo. Os amigos dele passaram por uma data de desinfestações e o dele não precisou de uma intervenção em 3 anos apesar de estar ligado à Internet. É a tal coisa... ser "fascisóide" também tem vantagens, não é só desvantagens. :-)

    ResponderEliminar
  2. Claro que o programador também é visto como o incompetente que só cria bugs e mau código... Acho que não é por aí...

    ResponderEliminar
  3. Vocês lembram-se do Tsunami de informáticos, dos Gatos Fedorento? Para mim esse foi um ponto de viragem. Passou a ser "bem" dizer mal dos informáticos. Mas a tendência já vinha de trás. A arrogância paga-se.

    ResponderEliminar