quarta-feira, 25 de julho de 2007

Conselhos de Administração não levam a sério os técnicos de TI

Tim Ferguson, da Silicon.com / IT Director escreveu um artigo em que defende a ideia de que os Conselhos de Administração não levam a sério os seus técnicos de TI. Para afirmar isto baseia-se num estudo encomendado pela Microsoft. Vejamos o que ele diz...

"Muitas grandes empresas não conseguem reconhecer o valor e a importância das TI no seu negócio e estão a perder por isso."
Com "gurus" a afirmar "IT doesn't matter", não é para admirar! Mas a culpa não é só dos "gurus"...

"Quase metade dos directores de TI acham que o seu departamento é visto apenas como um centro de custos pela Administração. [...] 83% dizem que os problemas de desempenho das aplicações tem impacto directo no negócio e 76% dizem também que os atrasos nas novas aplicações trazem dificuldades."

Portanto, as aplicações têm que funcionar, mas são apenas vistas como mais um custo. Esta "falta de respeito" talvez possa ser explicada, pelo menos em parte, pelo que se segue...

"Apenas 35% dos que responderam ao inquérito estão satisfeitos com o tempo que leva a desenvolver e pôr em exploração as novas aplicações. E embora 37% digam que é prioritário que exista um melhor alinhamento entre das TI com o negócio, a percepção geral é que as companhias não estão a actuar com vista a este objectivo e estão a comprometer o impacto da tecnologia"
Não sei bem o que os inquiridos pensam, mas eu suspeito que há por aí muito informático que pensa que alinhar o negócio com as TI é mudar o negócio, em vez de melhorar as aplicações! O que se confirma com o que vem a seguir...

"apenas 16% dos departamentos de TI acreditam que a qualidade do interface e a ergonomia (user experience) é um componente crítico do desenvolvimento aplicacional e só 36% têm planos para melhorar estes aspectos em projectos futuros"
É pena que o inquérito só tenha ouvido uma das partes. Tenho a certeza que os membros dos Conselhos de Administração têm também muitas queixas a fazer em relação às TI e provavelmente eram capazes de explicar porque é que as encaram como um custo! Como são eles que têm o dinheiro, talvez valesse a pena começarmos por ouvi-los! ;-)

O pessoal das TI não pode continuar virado para o seu umbigo, preocupado com os seus problemas tecnológicos e ignorando as justas queixas dos utilizadores. De que se queixam eles? Que as aplicações nunca estão prontas quando são precisas. Que têm bugs. Que não funcionam como eles gostariam porque quem as fez não percebe para que é que deviam servir!

Queixamo-nos de falta de respeito? O respeito conquista-se!