sexta-feira, 9 de maio de 2008

IPTV ainda deixa bastante a desejar

A televisão distribuida por IP, que já está a ser comercializada por algumas empresas em Portugal, ainda não consegue ter a mesma qualidade que o sinal analógico.

A diferença na largura de banda disponível numa linha telefónica ADSL e num cabo coaxial é demasiado grande e, por causa da elevada compressão das imagens na IPTV, há muitos pormenores que se misturam e perde-se algum detalhe. Para exemplo, vejam-se as duas imagens que se seguem, que comparam um sinal de IPTV com um sinal analógico, na mesma televisão.


Figura 1- imagem capturada com sinal IPTV (sobre ADSL)


Figura 2- imagem capturada com sinal analógico (sobre cabo coaxial)


Para além dos problemas com imagens estáticas há também problemas com as imagens em movimento. A excessiva compressão, necessária pela "reduzida" largura de banda do ADSL, provoca distorção nas cenas mais agitadas e inclusivamente algumas frames perdidas.

Como pequena compensação há os serviços digitais que as SetTopBoxes oferecem, com destaque para o Guia de Programas, este com muitas limitações pela sistemática alteração que os canais fazem à programação anunciada.

Enfim, esperemos que o Digital continue a evoluir e que a qualidade consiga atingir as expectativas criadas. E esperemos também que ninguém se lembre de fazer as contas aos quilogramas de CO2 libertado para a atmosfera por termos mais um aparelho em standby em casa, só para gravar mais um episódio do House. ;-)