domingo, 8 de junho de 2008

O Netscape morreu, viva o Firefox 3 (e vamos lá bater o recorde!)

É oficial, desde 1 de Março de 2008. Não haverá mais versões do web browser designado Netscape Navigator. A America Online, actual detentora da marca, desistiu de publicar novas versões porque tem mais em que pensar.

De qualquer maneira as últimas versões do Netscape já não eram mais do que uma reformulação gráfica do Mozilla Firefox.

O Netscape Navigator, geralmente designado apenas "Netscape", foi a incarnação comercial do primeiro browser gráfico para a World Wide Web - o Mosaic. Lançado em 1994, tinha 80% da quota de mercado em 1996. Nessa altura, quando a Microsoft desistiu de ignorar a Internet e lançar o Internet Explorer gratuito e incluído em todos os Windows, o Netscape começou a perder a liderança. Foi por estas e por outras que a Microsoft acabou com um processo em tribunal por práticas monopolistas, mas o estrago já estava feito. A oportunidade comercial dos browsers web estava destruída e a Netscape Communications nunca mais se levantou.

O Netscape foi um produto revolucionário e disruptivo que permitiu o acesso à web a milhões de pessoas. Para além de permitir visualizar o HTML mais recente, que incluía imagens, o Netscape permitia ver o texto enquanto se descarregavam as imagens à estonteante velocidade de 9,6kbp/s - mil vezes mais lenta do que um acesso "normal", hoje em dia.

Mozilla Firefox 3 - Release a 17 de Junho

Mas a guerra dos browsers não terminou. No próximo dia 17, terça-feira, sai a versão 3 do Firefox, que promete ser 4 vezes mais rápida do que a versão anterior e 7 vezes mais rápida do que o Internet Explorer 7. Estes tempos foram obtidos a mostrar uma página complexa como a consulta às mensagens do Gmail.

Entretanto a Mozilla quer bater um recorde do Guiness - o maior número de downloads num só dia. E pede a toda a gente que colabore para bater a marca de 1 milhão de downloads em 24 horas. É daquelas coisas que não custa nada, é só seguir o link: