terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Richard Stallman no IST

Richard Stallman

O grande mentor do software livre, Richard Stallman, está em Portugal esta semana. Hoje, pelas 14h, estará no Auditório A1 no Complexo Pedagógico 1 da UMinho, em Braga e amanhã, também pelas 14h, estará no Grande Anfiteatro do IST, em Lisboa.

"Richard Matthew Stallman, frequentemente abreviado para 'rms' (Manhattan, 16 de março de 1953) é um famoso hacker, fundador do movimento free software, do projeto GNU, e da Free Software Foundation (FSF) ("Fundação para o Software Livre"). Um aclamado programador, seus maiores feitos incluem Emacs (e o GNU Emacs, mais tarde), o GNU Compiler Collection e o GNU Debugger. É também autor da GNU General Public License (GNU GPL ou GPL), a licença livre mais usada no mundo, que consolidou o conceito de copyleft.
Desde a metade dos anos 1990, Stallman tem dedicado a maior parte de seu tempo ao ativismo político, defendendo software livre e lutando contra a patente de softwares e a expansão da lei de copyright." (fonte: wikipedia)


Sobre o evento de Braga:
"No próximo dia 28 de Fevereiro pelas 14h, Richard Stallman, vai à Universidade do Minho numa iniciativa organizada pelo CeSIUM, Centro de Estudantes de Engenharia Informática da Universidade do Minho.
Richard Stallman, conhecido um dos maiores hackers mundiais, criador do Sistema Operativo GNU e fundador da Free Software Foundation, irá discursar sobre a tão badalada temática da liberdade do utilizador de Internet, com o tema *Copyright vs Community*.
Irá falar sobre o SOPA, o ACTA, o PIPA e restantes leis (ou projetos-lei) que põem em risco a liberdade na Internet."
(fonte: ansol.org)

Sobre o evento de Lisboa:
"Richard Stallman irá falar acerca dos objetivos e filosofia do Movimento do Software Livre, e o estado e história do sistema operativo GNU que, em combinação com o núcleo Linux, é atualmente usado por dezenas de milhões de utilizadores em todo o mundo."
(fonte: sinfo.org)

Numa época em que o conformismo vai deixando que cada vez mais as sociedades fiquem nas mãos de quem controla comunicações e software, as ideias de Richard Stallman trazem uma visão alternativa do papel do software na sociedade. É uma voz incómoda, mas que não convém ignorar.