segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Obstáculos à internacionalização das TI nacionais: a RTPi

Todos temos uma vaga ideia de que há diversos obstáculos à internacionalização das empresas portuguesas. É fácil pensarmos nalguns: a nossa posição geográfica periférica; os custos de transportes e telecomunicações; a deficiente formação em inglês e outras línguas importantes; a fraca competitividade dos produtos e serviços; etc..

Mas há outro factor negativo que é frequentemente ignorado e que é preciso denunciar: a RTP Internacional.

Vejamos: um americano vem à Europa e em qualquer hotel tem a CNN, a Bloomberg, a NBC. Um alemão, um francês ou um inglês saem do seu país mas estão sempre em contacto com ele através dos canais sintonizados em qualquer hotel decente. E o português que vai lá fora em trabalho tem a RTPi. Mas será que é comparável?

Sim, a RTPi é comparável a outras grandes estações de televisão internacionais. Só que não sai muito bem da comparação.

Outro dia tive que ir a Bruxelas e quando cheguei ao quarto do hotel fiz o que faço habitualmente: um zapping rápido para ver o que havia na televisão. Como estava na Bélgica havia vários canais locais. Adicionalmente havia canais franceses, alemães, holandeses e, claro, os do costume: CNN, BBC, etc..

Surpreendentemente também tinham a RTP Internacional. Desde que, há uns anos, exportámos o nosso Primeiro Ministro da altura para lá, os belgas passaram a ter-nos mais respeitinho. Deve ser essa a explicação... :-)

Pensei logo em matar saudades do país. Sim, porque um português tem sempre saudades, mesmo que só tenha saído há umas horas e regresse logo dois dias depois. Infelizmente, aquilo que os responsáveis daquela estação tinham reservado para mim era nada mais nada menos que um abominável documentário sobre botânica, que incrivelmente, passou despercebido aos Tesourinhos Deprimentes dos Gato Fedorento. Nem uma novela, nem um telejornal, nem um filme com diálogos abafados, nem um programa sobre a bola. Simplesmente um tipo chato a falar de árvores aborrecidas com um entusiasmo no mínimo estranho.

Dá cabo da moral a qualquer um!





Ó senhores da RTPi! Já basta o pessoal andar longe de casa e ainda ter que aturar estas xaropadas?