quarta-feira, 26 de abril de 2006

Padrões de desenho (2) - O que são

O conceito dos padrões está presente em quase tudo. Os escritores escrevem de acordo com um padrão ; os gestores gerem (ou deviam) usando um conjunto de boas práticas, os professores ensinam com as formas concretas que aprenderam nas suas cadeiras de pedagogia.
O termo padrão de desenho foi sistematizado por um arquitecto chamado Christopher Alexander.
A grande diferença para algo que parece de senso comum foi ter proposto uma linguagem para descrição de padrões. O seu trabalho foi descrito no seu livro "A pattern language".
O objectivo de tal linguagem foi organizar o conhecimento implicito que as pessoas têm de como resolver problemas recorrentes.
Alexander disse : "Cada padrão descreve um problema que ocorre várias vezes no nosso ambiente, descrevendo depois o centro da solução (do problema), de forma a que esta (a solução) pode ser usada muitas vezes, mesmo sem nunca fazer as coisas da mesma maneira ".
Esta sistematização agradou aos técnicos de TI de forma que passaram a usá-la para o seu problema concreto.
O mais conhecido foi o famoso "gang of four" ao publicar o livro de que já falámos.
Neste define-se sistematiza-se o padrão descrevendo os seguintes elementos básicos:
  1. O seu nome - Uma ou duas palavras que rápidamente nos informam sobre o seu conteudo.
  2. O problema - Explica o problema e o seu contexto por forma a que se perceba quando usar um padrão.
  3. A solução - Descreve os elementos que compõe o desenho que resolve o problema
  4. As consequências - Os resultados obtidos e o que deve ser esperado ao aplicar o padrão.

No próximo post irei apresentar mais em detalhe como se descreve um padrão de desenho.