quinta-feira, 17 de maio de 2007

One Laptop Per Child - Demasiado ricos para participarmos?


O projecto "One Laptop Per Child" é uma visão extraordinária que está em marcha nalguns países. Trata-se de construir um laptop - computador portátil - que custe apenas $100 e que possa ser facilmente distribuído pelas crianças menos favorecidas do mundo inteiro. Pelo menos aquelas que conseguem usufruir de uma educação mínima.


A ideia foi lançada por um norte-americano - Nicholas Negroponte - em Janeiro de 2005. O objectivo final é que cada criança, em cada escola, tenha um computador para se poder expressar, aprender e trabalhar. Desde essa altura, já se juntaram a este projecto países como o Brasil, Tailândia, Nigéria, Líbia e Uruguai. O mundo empresarial também está empenhado: nomes como a AMD, a Google, a RedHat, a Nortel e a eBay, juntaram-se ao projecto, para apoiar o desenho e a construção de um computador barato mas cheio de funcionalidades. As versões beta já saíram da fábrica e estão em testes.


Sem surpresas, todo o software deste computador será "software livre". Código aberto e sem qualquer custo de licenciamento. Para além do custo, tem a enorme vantagem de permitir uma melhor aprendizagem, dado que qualquer um pode "espiolhar" o seu interior.

As perguntas que aqui ficam são: Teríamos alguma coisa a perder em dar um destes computadores a cada uma das nossas crianças? Portugal será suficientemente rico para que se possa dar ao luxo de desdenhar este projecto? Sê-lo-á algum país?

Mais info em http://www.laptop.org/